Erechim - Guia Erechim - Clicou. Achou. Promoções Erechim

História Erechim

Os Avanços

Ressaltaremos alguns dos principais feitos a partir de cada Nome que o município teve antes de se tornar o “Erechim atual”.


Paiol Grande (1908 até 1918)

Recebeu tal nome por existir na colônia um paiol-grande de pau-a-pique e coberto com folhas de butiá e coqueiro, que servia para depósito de Erva mate.
- Teve como primeiro Intendente Provisório, Dr Ayres Pires de Oliveira, Chefe da Comissão de Terras de janeiro de 1918 a setembro de 1919.
- A construção da ferrovia foi iniciada em 1904, e seu traçado orientou-se pelo divisor de águas entre os afluentes do Rio Passo Fundo e do Rio Uruguai.
- Comissão de Terras tinha o trabalho de demarcar os lotes e dar apoio financeiro aos colonos nos primeiros anos, distribuíam ferramentas agrícolas e sementes, o Chefe da Comissão de Terras era mais conhecido que o Intendente Municipal, pela liderança que o órgão exercia na região.
- O Traçado Positivista vem do engenheiro e agrimensor Carlos Torres Gonçalves que, após concluir estudos em Minas Gerais e Rio de Janeiro, foi convidado por Carlos Barbosa, a liderar os trabalhos de Colonização da Comissão de Terras. Era positivista de carteirinha e tinha um interesse especial por Paiol Grande, onde dizia num relatório que “A sede geral da Colônia Erechim, será o primeiro caso neste Estado do estabelecimento de uma cidade com projeto previamente estudado...”.


Boa Vista (1918 até 1922)

30 de abril é quando a Colônia Erechim é elevada a município. O município tem por sede a Vila Boa Vista e já conta com uma população de cerca de 39 mil habitantes.

- Teve como primeiro Intendente eleito, Dr. Amado da Fonseca Fagundes, onde elaborou a maior parte das leis daquela época, assumiu em 29 de fevereiro de 1920 e renunciou ao cargo em 31 de março de 1921, assumindo assim o Dr. Carlos Heitor de Azevedo.

- Criação do grupo escolar, onde o Professor Mantovani dirigiu, o mesmo mais tarde iniciou uma campanha para a vinda dos irmãos Maristas, onde mais tarde fundaram o Colégio Medianeira, e das irmãs Franciscanas, fundadoras do Colégio São José.

- O comércio e a indústria nessa época também cresciam em proporção do município.


Boa Vista do Erechim (1922 a 1938)

Nesse ano acrescentava-se o nome da Colônia Erechim, nessa época o município já era bastante conhecido Estado a fora.
- No período Revolucionário de 1923 tivemos alguns representantes como, Marcino Castilho, que governou por um só dia dando lugar assim o lugar ao Dr. Nelson Pereira Ehlers que fazia parte do PRR (Partido Republicano Rio Grandense) e ficou no cargo até 5 de março de 1923, em seguida o Cel. Celestino A. de Souza Franco governou até meados de 1923 e abandonou o cargo para refugiar-se em Passo Fundo temendo a invasão maragata. O sexto Intendente provisório foi o Major Renato Pereira Gomes onde governou de setembro de 1923 a setembro de 1924. O Cel. Pedro Pinto de Souza é eleito a ocupar o cargo de intendente em setembro de 1924 indo até setembro de 1928. Na mesma data assume o terceiro Intendente Eleito Cel. Attilano Machado e governa até dezembro de 1930. Nessa mesma data assume o Intendente Amintas Maciel onde administra até novembro de 1934, era filiado ao Partido Republicano Liberal (PRL). Dr. Egídio de Almeida e Souza é nomeado prefeito um dia depois e exerce seu mandato até julho de 1936, era membro do PRL. Na mesma data Carlos Reichmann assume temporariamente o posto onde renuncia em agosto do mesmo ano. O Dr. José Carlos Fonseca Milano foi o terceiro prefeito eleito pela Câmara e governou de agosto de 1936 até janeiro de 1938.

- Os grandes incêndios foram um dos principais fatores que marcaram o município nessa época. O primeiro grande incêndio ocorreu em novembro de 1931, o fogo iniciou nas cabines cinematográficas do Cine Avenida, da Família Noal. Com os constantes incêndios, o prefeito Amintas Maciel proibiu no ano corrente a construção de casas de madeira na Av. José Bonifácio (onde hoje é a Maurício Cardoso).
- Em decorrência dos vários incêndios, uma nova arquitetura surgia no município.A avenida central passou a abrigar uma seqüência homogênea de prédios de dois pavimentos, sendo comércio no térreo e residência em cima, com fachadas muito enfeitadas, com frisos e sacadas, o nome dado internacionalmente a este estilo era o “ecletismo historicista”.Moinho de trigo São Carlos
- O trigo também pode ser destacado nessa época, o antigo moinho São Carlos construído em 1927 acabava industrializando o trigo juntamente com pequenos moinhos coloniais. Nesse instante o trigo representava quase 15% da economia do município. Em 1936 por exemplo, chegavam-se em Erechim ter uma produção de 350.000 sacas.
- A fabricação de bebidas foi amplamente destacada nessa época. Em 1926 haviam cerca de 14 alambiques de aguardente na região. Fábricas de outros tipos de bebida foram aos poucos se instalando no município, no mesmo ano existiam 13 indústrias.
- Outros acontecimentos curiosos rodearam a cidade, mas um chamou muito a atenção em 1937 onde um desfile de Integralistas ocupou a praça central da cidade.
- Os cinemas eram o grande “ponto de diversão” da comunidade. Em 1925 o Cine-Theatro Central da família Kreische apresentava alguns filmes onde membros da família executavam números musicais. O Cine-Theatro Apollo da família Noal surgiu já em 1930 onde já projetava filmes sonoros.
- Em 1936 havia no município cinco estabelecimentos de saúde a Casa de saúde do Dr. Medaglia, Casa de Saúde do Dr. Luiz Gallichio (Hospital santa Therezinha), Hospital Santo Antônio, Casa de Saúde Boa Vista e Hospital São Francisco. A construção do Hospital de Caridade iniciou-se em 1938.
- O futebol teve períodos de glória atingindo o auge da preferência da população nessa época. O futebol era praticado desde o início da colonização, o primeiro clube a se organizar foi o Brasil Futebol Clube, depois vieram o Ítalo-Brasileiro, o Ypiranga F.C, o Esperança, 14 de Julho, Atlântico, onde disputavam o tão competitivo campeonato municipal de Futebol.


José Bonifácio (1938-1944)

A mudança do nome do município foi feito em homenagem a Torres Gonçalves que já havia proposto em 1916 uma “homenagem ao patriarca da Independência”. Nessa época o registro demográfico do censo constatou que José Bonifácio foi o município que mais cresceu naturalmente no Estado.
-Teve como prefeito Nomeado pelo Estado Novo o Dr. Jerônimo Teixeira de Oliveira, onde governou de outubro de 1939 até maio de 1946.Prefeitura municipal teve sua construção inciada em 1930
- A arquitetura nessa época em especial no nosso Estado aderia ao “ecletismo historicista”, onde dava-se muita importância às solenidades e prédios públicos, muito adequados à hierarquização dos espaços urbanos, proposta pelo positivismo. Sendo assim há como notar uma grande semelhança do palácio Piratini e a Prefeitura Municipal, onde lembram grandes palácios frentes à Praça Central.
Foto “Prefeitura Municipal, que teve sua construção iniciada em 1930. Tal construção reflete as diretrizes dos ideais republicanos. O subsolo era utilizado, no início, como cadeia”.
- Os esportes podem ser destacados nessa época, exemplos como o Clube Brasil reunia muitas dezenas de desportistas no que diz respeito a prática de bocha e bolão
- O futebol teve períodos de glória atingindo o auge da preferência da população nessa época. O futebol era praticado desde o início da colonização, o primeiro clube a se organizar foi o Brasil Futebol Clube, depois vieram o Ítalo-Brasileiro, o Ypiranga F.C, o Esperança, 14 de Julho, Atlântico, onde disputavam o tão competitivo campeonato municipal de Futebol.
- A neve foi um dos espetáculos de maior emoção em José Bonifácio, toda cidade ficou branca e a alegria era visível dentre os habitantes


de 1944 até os dias atuais

O município ganha esse nome em referência a antiga Colônia, transmitindo assim uma imagem de município pólo na região.
- Governado pelo Dr. Américo Godoy Ilha, onde foi nomeado pelo governador do Estado em abril de 1946 ficando até dezembro. Aldo Arioli membro do PSD, administrou a cidade por meio de nomeação do governador de março de 1947 a outubro. Ângelo Emílio Grando também do PSD, administrou Erechim de janeiro de 1948 a dezembro de 1951. José Mandelli Filho teve duas passagens como prefeito, a primeira de janeiro de 1952 a dezembro de 1956 e a outra de janeiro de 1960 a dezembro de 1963 eleito pelo PTB. Carlos Irineu Pieta foi quem governou o município de 1957 a 1959, era do PSD. Eduardo Pinto também do PSD assumiu a administração de Erechim de janeiro de 1964 a janeiro de 1969. Irany Jaime Farina do MDB administra Erechim de janeiro de 1969 a janeiro de 1973, onde acaba dando lugar a Aristides Agostinho Zambonatto, também do MDB, que governa a cidade de janeiro de 1973 a janeiro de 1977. No mesmo dia assume Eloi João Zanella da ARENA, o mesmo governa de 1989 até 1992, 2001 a 2004 e exercerá mandato de 2005 até 2008. Jayme Lago exerceu mandato no período de fevereiro de 1983 até dezembro de 1988. Antonio Dexheimer Pereira da Silva do PMDB, exerceu mandato de 1993 a dezembro de 1996. Luis Francisco Schmidt foi eleito pelo PDT e exerceu mandato de 1997 a dezembro de 2000.
- O Art Decô foi trazido a Erechim pelo construtor José Pohl, que acabou monopolizando a construção no município na década de 40 até meados de 50.

- A arquitetura funcional se fez em Erechim de 1955 a meados de 1970 com o arquiteto que projetou o Clube do Comércio em 1950. Os arquitetos e engenheiros civis começavam a instalar-se no município encontrado grandes oportunidades de construção.
Café Grazziotin meados de 60
- Dentre tantos monumentos existentes na cidade, demos ênfase ao Pequeno Jornaleiro monumento esse que refletia toda a compaixão e dedicação com que Gelsomina Noal Carraro, esposa do jornalista Estevam Carraro, tinha com os “piás” jornaleiros, tal monumento foi inaugurado quando Erechim completava 34 anos de emancipação, o monumento pode ser visto frente ao Jornal Voz Regional.
- O Parque Longines Malinowski recebeu esse nome em homenagem ao professor, desenhista e agrimensor da Comissão de Terras que dedicou muitos anos ao planejamento do parque.


Texto e pesquisa: Lucas Faitão

indicar Guia Erechim
contribuir Guia Erechim
contato

telefones